Fundação Cultural Cassiano Ricardo

No encerramento de mais uma programação especial do Mês do Folclore, nesta sexta-feira (1º), o Museu do Folclore de São José dos Campos contabiliza resultados que vão além dos números de participantes – mais de 2.700 alunos de 26 escolas públicas e privadas do município. A programação é realizada anualmente e faz parte de um conjunto de ações desenvolvidas pelo museu e voltadas ao público escolar.

A aceitação e o aproveitamento do tema proposto, sobre a cultura do milho – com o slogan ‘O Milho: de grão em grão... se alimenta toda a criação’ – foi muito boa, principalmente na avaliação das professoras. Durante duas semanas as crianças puderam conhecer e vivenciar essa cultura em diferentes situações: plantio, cultivo, beneficiamento, produtos industrializados, artesanato, jogos e degustação de pipoca.

Na opinião da professora Roseli Aparecida Simões de Freitas, do Centro Educacional Infantil Crer Ser, no Jardim São Judas Tadeu, o tema deste ano foi bastante adequado e tudo estava bem organizado. “Os alunos já plantaram na escola os milhos que receberam ao final da visita e também trabalhos o tema com eles em sala de aula”, afirmou.

Para a vice-diretora da Escola Estadual Ayr Picanço Barbosa de Almeida, do Bosque dos Eucaliptos, Rosilda Aparecida Paes de Freitas, os alunos gostaram muito de participar das atividades. “As professoras já estão se preparando para realizar trabalhos com os alunos em sala de aula, utilizando o tema deste ano do Mês do Folclore”, ressaltou.

Valorizar a experiência pessoal

Segundo explica a museóloga do Museu do Folclore, Ana Silvia Bloise, a proposta museológica visa valorizar cada vez mais a experiência pessoal dos alunos diante do tema proposto. “A cada ano este programa se aprimora e considero que ele é uma experimentação permanente, em busca de mais interatividade emocional e intelectual do público atendido com o seu patrimônio cultural”, enfatiza.

“Ao longo de 30 anos, o Museu do Folclore teve diversas experiências na construção do Mês do Folclore e foi aprendendo a perceber as necessidades das escolas, preparando uma programação simples, mas que faz sentido para os alunos e reforça o conceito do folclore e da cultura popular”, explica a gestora do museu, Francine Maia.

Para a folclorista Angela Savastano, o Museu do Folclore cumpre a missão de despertar o interesse dos alunos sobre a sua própria cultura e conscientizá-los do seu rico patrimônio imaterial que, muitas vezes, passa desapercebido por eles e professores. “O Mês do Folclore é uma forma de dialogar com esse público e oferecer a ele essa reflexão”, ressalta Angela.

A programação do Mês do Folclore é uma realização da Prefeitura de São José dos Campos executada pela Fundação Cultural Cassiano Ricardo e Museu do Folclore de São José dos Campos. A gestão das atividades é do Centro de Estudos da Cultura Popular (CECP).

Museu do Folclore de SJC
Avenida Olivo Gomes, 100 – Parque da Cidade – Santana
(12) 3924-7318

Programação FCCR

Links