Fundação Cultural Cassiano Ricardo

Zé do Caixão é o ícone do horror no cinema nacional / Foto: Divulgação

O gênero horror, no cinema brasileiro, sempre esteve presente em nossa cultura audiovisual, se transformando e se adaptando de acordo com a realidade e estilo cinematográfico da época de produção de cada filme. Esse panorama será apresentado pelo jornalista e pesquisador Carlos Primati, na palestra ‘Horror no Cinema Brasileiro’, na próxima terça-feira (18), às 19h, na Casa de Cultura Cine Santana (região norte).

A palestra tem 50 vagas e os interessados devem se inscrever pelos telefones 3942-1226 e 3942-1227. A idade mínima para participar é 16 anos. O encontro é uma realização da Fundação Cultural Cassiano Ricardo, em parceria com o Museu da Imagem e do Som de São Paulo (MIS), por meio do Projeto Ponto MIS, que também prevê a exibição gratuita de filmes e oficinas sobre cinema.

Além da discussão sobre o tema, do ponto de vista crítico e histórico, Carlos Primati também exibirá trechos de filmes, trailers e pequenos documentários a respeito.

Perfil

Carlos Primati também é crítico, tradutor, historiador e pesquisador dedicado a tudo que se refere ao cinema de horror mundial. Publicou artigos em livros sobre a obra do cineasta José Mojica Marins, sobre o Horror no Cinema Brasileiro e sobre o cineasta Carlos Hugo Christensen, firmando parceria com a Heco Produções em mostras dedicadas à produção nacional no gênero.

O jornalista escreveu, ainda, sobre a carreira da atriz Débora Munhyz, nos filmes de horror, para o livro Do Terror ao Amor, de Rafael Spaca, e sobre Carlo Mossy, para a mostra Curta Circuito de 2017. Também escreveu ensaios para catálogos das mostras de George A. Romero e Rock Terror, da atriz Ruth de Souza; e para o centenário de Kirk Douglas. 

Casa de Cultura Cine Santana
Av. Rui Barbosa, 2005 – Santana

(12) 3942 - 1226

Programação

Links